levitra

| Blogspocc

Lixo se acumula nas ruas de Caxias

Em tempos de Rio +20 a população de Duque de Caxias se vê cercada de lixo pelas ruas. De acordo com Priscila Barbosa, moradora de Caxias e aluna da ESPOCC, desde que fecharam o Aterro Sanitário de Gramacho, no dia 3 de junho, que o lixo vem se acumulando, deixando um odor muito forte e que é comum encontrar até animais mortos jogados na rua que acabam por atrair urubus. Ainda segundo Priscila, a rua Mallet, no bairro Prainha, é uma das mais prejudicadas.

O Aterro de Gramacho, maior da América Latina, foi desativado após 34 anos de operações para acabar com dois problemas: social e ambiental. Social gerado pelos milhares de catadores tiravam seu sustento de lá, porém trabalhavam sem qualquer segurança e pondo sua saúde em risco, e ambiental porque a região tem sido degradada pelo lixo e chorume desde que o aterro foi criado e isso contribuiu muito para a poluição da Baía de Guanabara.

O fechamento do Aterro de Gramacho é realmente um passo importante para diminuir os impactos ambientais que duraram longos anos, mas de nada adianta se o lixo deixa de ser depositado lá pra ficar espalhado pelas ruas.

Raquel Ximenes

Fotos: Priscila Barbosa